Uma carta pra nunca ser enviada

21 maio 2016
Essa foi uma carta bem difícil de escrever. Como escrever uma carta pra nunca ser enviada e compartilhar no blog, deixando ela aberta pra qualquer um ler? Por esse motivo, foi difícil ser sincera em escrever qualquer coisa.

Pensei em duas cartas que já escrevi durante minha vida e que realmente nunca enviei pra ninguém. Foram em dois momentos delicados, um completamente diferente do outo... mas as duas cartas escritas com tanto rancor e tristeza que, eu juro, é até difícil entender elas hoje, depois de tanto tempo poderia tentar replica-las aqui, mas toda aquela tristeza não faz mais sentido.

Poderia escrever meio que um agradecimento aquelas pessoas ou aquelas situações mas seria muito hipócrita. Eu aprendi a aprender com as coisas, a aprender com as dificuldades... mas também não sou grata pelo o que me fizeram passar.

Pensando nisso eu entendi que, hoje, a carta que eu nunca enviaria é uma carta pra dizer que eu não entendo porque vocês fizeram aquilo comigo. Não quero assustar ninguém, ambas as coisas não foram nada absurdas demais... mas foram coisas que me magoaram muito.


Ok, tudo bem, pessoas não são perfeitas e cometem erros... hoje, aos 24 anos tento ser muito compreensiva e positiva mas olhando pro passado eu ainda não consigo entender certas decisões. Pra falar a verdade, nem quero entender também. Mas por ter que escrever essa carta pro desafio do mês, eu percebi que ainda tem uma coisinha dentro de mim que não é rancor... nem sei dizer o que é. Mas lá no fundo tem esse sentimento estranho de 'não guardo raiva mas ainda lembro'.

Também não vou me prolongar muito na carta desse mês, não quero passar a impressão de que ainda é algo que mexe comigo... não é. Mas como disse ali em cima, ainda lembro.

Talvez daqui um tempo quando volte pra ler esse post nem lembre porque escrevi isso ou do que estava falando... quem sabe, né?
Jé.

Continuando com o desafio 12 cartas para 12 meses. Se você quiser, pode ler minha última carta aqui.

6 comentários

  1. Oi Jéssica!
    Entendo esse sentimento de não sentir rancor, mas também não esquecer. É meio que um embolado dentro do coração né? Uma hora isso passa. Tem que passar.
    Beijos!

    claramenteinsana.com

    ResponderExcluir
  2. Lendo esse post lembrei de uma carta que escrevi há muito tempo, uma carta escrita com muita tristeza e mágoa. Por sorte acabei desistindo de entregar a carta. Foi melhor assim. Penso que, provavelmente, eu teria magoado muito mais a pessoa que me magoou do que ela a mim. Isso não resolveria a situação e me deixaria ainda mais triste. Aquela carta serviu como um meio para eu desabafar mas não precisava seguir adiante. Há cartas que precisam ser escritas mas não enviadas.
    Beijinhos ♥

    Contadora de Histórias

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho tanta vontade de entrar nesse desafio das doze cartas, e amo a proposta dele <3 é dfícil lidar com esse tipo de coisa, né? por um lado, a gente aprende que nutrir rancor e raiva de momentos em que as pessoas sacanearam a gente (de proposito ou acidentalmente) não vai resolver em nada, mas por outro, nem por isso as lembranças deixam de existir, né? Mas concordo que, se a gente não envia as cartas, pelo menos elas servem pra gente desabafar e deixar as ideias esfriando. Tomara que você consiga deixar essas coisas pra lá, um dia <3
    :***

    ResponderExcluir
  4. Isso me fez pensar em tanta coisa, em tantos por quês que nunca vou entender...
    Sempre que estou magoada, escrevo cartas. Algumas tenho até hoje, e como você mencionou, tem coisas que nem lembro mais o motivo ou a pessoa. Escrever faz bem, é um desabafo consigo mesmo, que não precisa fazer sentido a mais ninguém.
    Espero que possa se livrar de todos os sentimentos e más lembranças!
    Beijo <3

    Blog Lua Soares

    ResponderExcluir
  5. Já fiz isso de mais, sempre escrevo em agenda, desde de 2010. E tem hora que volto para ler e me pergunto porque escrevi isso. E engraçado gente percebe o quanto amadureci sem ver. Respondendo teu comentário lá no meu blog. Os funkos são R$80,00 é um preço em conta vale muito a pena, você não vai ser arrepender.

    http://www.cherryacessorioseafins.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Jéssica, tudo bem?
    Acho que no fundo tem coisas que por mais que perdoamos sempre vão ficar na memória.
    Bela reflexão.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir

 
Jéssica Bellisoni | Base por Michelly Melo .