Resenha: Toda Luz Que Não Podemos Ver

03 abril 2016
Terminei de ler o livro Toda luz que não podemos ver do autor Anthony Doerr e vim resenhar aqui pra vocês. Já faz um tempão desde a última resenha que escrevi porque em todo esse tempo eu estava tentando terminar esse livro. Juntou emprego novo que me consumiu totalmente, último semestre de faculdade, eu ter parado de ir trabalhar de trem e o fato de o livro não me deixar tão presa assim que demorei uma eternidade pra conseguir terminar. Mas isso não significa que ele é ruim. Vou contar tudo o que achei pra vocês!

O livro se passa na época do nazismo e da Segunda Guerra Mundial, e com foco em dois diferentes personagens principais conhecemos a história de muitos outros, além de vermos a história que já ouvimos tanto a respeito pelo olhar de personagens fortes que lutam não só pela sobrevivência mas também pra entender tudo o que está acontecendo no mundo e em suas vidas.


De um lado, em Paris, temos Marie-Laure que perdeu a visão aos 6 anos de idade e viveu toda sua infância ao lado do pai. Quando a guerra estava chegando a Paris, os dois fugiram levando um suposto tesouro do museu onde o pai da garota trabalhou boa parte de sua vida, para Saint-Malo onde vivia o tio-avô de Marie-Laure, Etiene - um senhor repleto de medos e fantasmas que o perseguiam.

Do outro lado, na Alemanha, conhecemos Werner - o garoto órfão que cresceu em um orfanato com sua irmã mais nova, Juta, e que passam noites ouvindo um rádio achado no lixo. Mais tarde, o garoto viraria especialista em concertar rádios e isso o levaria a uma privilegiada escola nazista.

Cada um de um lado da guerra, mas ambos vivenciaram horrores e muitos aprendizados. A história é boa: quando estava lendo, não queria parar mas quando eu parava de ler, não sentia tanta vontade de voltar. De qualquer forma, eu recomendo o livro pra quem gosta de ler livros e histórias sobre a época do nazismo, é mais uma visão diferente mas que não poupa as partes pesadas que sabemos que aconteceram mas que alguns livros não chegam a mencionar.

Além dos personagens principais, temos várias outras personalidades que ajudaram ou atrapalharam os dois na história, mostrando todos os lados possíveis que uma situação difícil e horrível como aquela poderia ter, até o momento em que os caminhos dos dois se cruzam.

Alguém aí já leu? Me contem o que acharam ou se gostariam de ler nos comentários!

5 comentários

  1. Eu não sei se seria um livro que eu me interessaria, eu prefiro os romances e livros juvenis bobinhos, sabe? Estilo Nicholas Sparks, John Green e etc, esses são os que eu leio mais facilmente, eu meio que "como" livros nesse gênero, agora esse por ser um livro mais sério, é capaz de acontecer a mesma coisa que aconteceu com você, de ir lendo e não querer parar, mas quando parava, não sentia tanta vontade de voltar a ler.

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li e para falar verdade não tinha nem ouvido falar. Agora pela resenha tem bem o perfil de livro que gosto, vou anotar na lista que assim que diminuir o fluxo da faculdade procurarei no skoob para trocar e ler :*

    http://www.cherryacessorioseafins.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Gostei *_*, amo histórias situadas na Segunda Guerra Mundial.

    Beijos
    http://orangelily.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Fiquei curiosa pra saber o desfecho do livro. Adorei sua resenha.
    Beijos ♥
    www.jeniferalves.com

    ResponderExcluir
  5. Fiquei curiosa pra ler esse livro. Gosto muito de histórias que falam sobre guerra.
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir

 
Jéssica Bellisoni | Base por Michelly Melo .