Viajando: Paraty

24 novembro 2015
Aproveitando o feriado e a aproximação do meu aniversário de 3 anos de namoro, fui pra Paraty com meu namorado nesse último fim de semana. Adorei a cidade e os passeios e vim contar pra vocês como foi.

Sai de São Paulo um pouco depois das 20h e levei quase 6h pra chegar lá. Foi bem cansativo e eu pareço criança em carro: entro e durmo, então tava lá morrendo de sono mas lutando pra ficar acordada pra fazer companhia pro meu namorado que também tava cansada e tava dirigindo.

Paraty é um pouco diferente do que eu imaginava, mas amei mesmo assim. Eu esperava uma cidade inteira com casas da época de 1800 mas não é por aí. Existe uma cidade “normal” em volta do centro histórico. Que esse sim, é todo com construções e ruas originais da época em que o Brasil estava sendo construído. É muito legal de ver e andar por lá, sabendo o quanto de história já passou por ali. Hoje, nessas construções temos bares e restaurantes, lojas de artesanato e várias cachaçarias - que é o produto local mais famoso de lá.



Apesar de ser uma “cidade praiana”, praia não é forte de lá. Existem duas na cidade (Pontal e Jabaquara) mas os rios da cidade desaguam no mar, o que deixa a água um pouco suja e não recomendável pra nadar. Então essa parte fica por conta dos passeios de barco - que são muuuito comuns e oferecidos pelas ruas - ou pelas praias das cidades próximas, que você pode ir de carro.


Já fomos pra lá pensando no passeio de barco mas como no primeiro dia chegamos de madrugada, dormimos até mais tarde e fomos conhecer a cidade. Passeamos um pouco pelo centro, que como disse é lindo e cheio de história, e fomos até o Pontal onde comemos num quiosque e andamos de Stand Up. Nunca tinha andado e curti. O preço era R$ 30 a hora, o que não sei se é justo já que nunca tinha feito.



De tarde, fomos pra Trindade, onde tem praias famosas também. Não lembro exatamente em qual fomos, mas era pequena, bonita e lotada. Trindade parece ser uma cidade bem jovem e mais trash que Paraty.
A noite, fomos no Camoka Botequim Arte Café, que achei ótimo. O lugar é fofo, tem capirinha de sake (paulistanos gostam bastante e no Rio nem sempre é fácil de achar hahaha), tinha um homem e uma mulher cantando MPB muito bem e os atendentes eram bem simpáticos. Recomendo o lugar.

Conto mais da viagem pra vocês no próximo post: o que mais fiz por lá e como é o passeio de barco. Quem aí já foi pra Paraty? O que não podemos deixar de ver por lá?


8 comentários

  1. Que cidade maravilhosaaaa!!! Amei o post já quero conhecer Paraty, você contou com muito amor mesmo, da vontade de estar lá..
    Beijos
    www.letrasebrilho.com

    ResponderExcluir
  2. Ai que legal!!! Viagens é sempre bom

    simplesmenteassimj.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. eu amo paraty! tento ir la todo ano, acho um charme
    que bom que gostou
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Ai que lindas fotos, eu ainda não conheço lá, mas sempre dizem q lá e mttoo bonito

    Bjss

    Linda Menina

    ResponderExcluir
  5. Oi, Jéssica! Gostei muito do cenário de Paraty. Eu ouço muitos comentários por ser uma cidade sensacional, e pelo o que vejo parece mesmo. Espero que tenha curtido muito!
    Blog: Consumidor de Sonhos | consumidordesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Parati é uma delicia. Lugar aconchegante e lindo. Sou Cearense e não me canso dessa capital linda e cheia de belezas naturais. Parabéns pelo aniversário de namoro linda!

    http://petalasdelicadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Lugar lindo.
    Vi que gosta de viagens. Recém criei meu blog e coloquei um dos locais onde gostei muito da minha trip de 4 mil km. Vem conferir?
    thaifurtado@blogspot.com ❤️

    ResponderExcluir

 
Jéssica Bellisoni | Base por Michelly Melo .