Amores, humilhações e julgamentos

28 março 2015
Esses dias estava por aí na internet quando me deparei com um texto que dizia que toda mulher já agiu um pouco como a Amanda do BBB. Não sou dessas pessoas que gritam por aí o quando o reality é perda de tempo e etc mas também não tenho interesse em assistir. Até porque chego cansada da faculdade e normalmente só quero dormir.

Ainda assim, ouvi e li coisas sobre a tal da Amanda que meio que se apaixonou por um cara lá dentro da casa logo nos primeiros dias de jogo e quando ele escolheu ficar com outra, ela se humilhou na frente dele, da outra e do Brasil inteiro chorando e perguntando porquê não ela. O mundo julgou. Eu inclusive. Até ler esse texto e parar pra pensar: e daí que ela foi chorar pro cara? E daí que ela se apaixonou “a primeira vista”? E daí que ela se abriu e se tornou totalmente vulnerável pra um homem?

Acho que hoje em dia rola muito uma briga – até interna – entre o “cada um faz o que quer” e o “mulher não deveria se rebaixar por homem nenhum”. Em primeiro lugar, vamos lá, sendo sinceras: sabemos bem que quem nunca se humilhou por nenhum cara, um dia ainda vai. Muito provavelmente a partir daí que você vai aprender a se dar mais valor e tudo mais. Aceitem. Se conseguir nunca passar por isso, parabéns, isso é realmente ótimo. Mas isso também não vai te fazer melhor do que ninguém.


Então, por quê condenar alguém que simplesmente foi atrás do que queria? Ninguém sabe dos sentimentos reais de ninguém. E se ela se apaixona fácil? E se a outra fulana, não se apaixona nem por um príncipe encantado e prefere não iludir ninguém?

Sei que o ser humano é extremamente propicio a julgamentos mas e se ainda assim, a gente parasse pra pensar um pouco antes de sair falando porcaria por aí? Cada um sabe da própria vida e o que é certo pra gente, pode não fazer sentido pro outro.

Entendam muito bem que não estou defendendo que a mulher tem que se humilhar pra se descobrir. Apenas, que todo mundo tem o direito e dever de tentar. A Amanda, por exemplo, pode estar sendo chamada de babaca e não-sei-mais-o-que por aí, mas pode achar que babaca é quem sofre sem ir atrás do que – ou quem – você quer. Perspectivas.

Então que o mundo e as pessoas aprendam a respeitar mais as decisões os outros, porque ninguém aí tem teto de vidro, aposto.

9 comentários

  1. Eu já havia pensado sobre o assunto e cheguei numa conclusão parecida com a sua: qual é o problema que a menina se apaixonou e aceitou que ele gostava de outra? O certo seria ela fazer cu doce, quando ele quis ficar com ela, por puro orgulho? Não entendo... ser forte, ser fiel ao que você pensa, isso é totalmente plausível e admirável. Agora ser orgulhosa e fingir-se forte por mero não querer mostrar que tem sim um coração, isso já é enganar-se e machucar a ninguém mesmo se não você. Ótimo texto, adorei aqui! Um beijo

    Eu.Nomadiando

    ResponderExcluir
  2. Também não assisto o programa, só ouvi pessoas falando exatamente sobre isso. Concordo com você que toda mulher (e homem) um dia já fez "papel de trouxa", mas o que acho que falam é o fato do cara ser um babaca que usa mulheres. Hoje em dia o feminsmo vem crescendo, ainda bem, e as atitudes dela são de alguém que precisa disso. De apoio. De alguém que mostra que ela não precisa disso não. Mas é BBB, né, não dá pra saber o que é real ali e o que não é..

    belatriz.info

    ResponderExcluir
  3. Não sou muito fã de BBB acho uma tremenda perda de tempo e destruição do nosso intelcto. Mas quem navega pela internet pode ver a repercussão que isso esta causando. Não sei das atitudes dessa participante. Mas acho que se você realmente ama deve-se correr atras sim. Afinal é sua felicidade e o que os outros pensam é problema deles.

    http://blog-quem-disse.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nossa, já fiz muito isso e passei por várias humilhações, eu não tinha jeito pra lidar com relações, não sabia conquistar os gatos hahah Sempre fazia tudo errado e ainda pagava mico. Mas sei lá, acho que numa determinada fase da adolescência isso é normal, a gente vai aprendendo com os erros. Eu não acompanho o reality e nem sei quem é Amanda :/


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  5. Concordo. Nossa, todo mundo já passou por isso, impossível ainda não ter passado por isso, se não pela pessoa amada, já se humilhou na frente de pessoa odiada também. Sinceramente, não é uma coisa que deva ser julgada, não só porque acontece com todo mundo, mas também porque a pessoa é um ser humano, tem sentimentos e com isso tem essas reações. Acontece. E antes de julgarem, deveriam se colocar na situação da pessoa e ser sincero com seus pensamentos em admitir que teria feito a mesma coisa ou não. Adorei o post!

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  6. Confesso que não vejo BBB e também não sei que é amanda. Mas li o que você descreveu o pude concluir que muitas pessoas tomam tanto tempo da sua vida julgando se o que as pessoas fazem é certo ou errado, que não olham pro próprio umbigo, se o que ela fez foi humilhação ou não, quem vai ter que conviver com aquilo é ela, então pra que julgar? pra que dizer que mulher não deve se rebaixar, quer dizer que o que? Se uma mulher se declara é se rebaixar, mas se um homem faz é "Nossa que fofo, mulher mal amada essa que recusou", poupe de tudo isso, poupe de tanto mimi. Somos Livre? Se somos ela pode berrar aos quatro ventos que ama ele!


    simplesmenteassimj.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. É exatamente isso! Até acho mais respeitável gente que dá a cara a tapa, corre atrás do que quer seja lá do jeito que for. É gente que não tem amarras, que não tem medo de se expor, se humilhar. É gente forte. E nós que escondemos? Nós somos um medrosos, uns fracos! Vivemos à custa do "e se..."

    ResponderExcluir
  8. Bahhh! To digitando com os pés pra bater palmas com as mãos pra esse teu post. Eu acompanho o BBB, me julgue, e vi tudo que rolou e tal. Ela foi é MUITO corajosa, e o único babaca da história é o cara que tá só jogando e sim, ta usando a guria, mas quer saber? ela ta aproveitando, foi atrás do que queria e deu a cara a tapa. Respeitei ela! hhehehe

    beeijo
    Meninices da Vida

    ResponderExcluir
  9. O mal do ser humano é cuidar mais da vida de outras pessoas do que de sua própria. Essa é a verdade. Não acho que se apaixonar e mostrar isso seja se rebaixar e concordo com você. Você falou tudo!!

    Beijão!!
    The Winter is Now

    ResponderExcluir

 
Jéssica Bellisoni | Base por Michelly Melo .