Ser feliz profisisonalmente

04 fevereiro 2015
Um dia desses eu estava no ponto de ônibus, próxima de um grupo de umas cinco pessoas que trabalhavam juntas e estavam em uma conversa com os nervos a flor da pele sobre o lugar onde trabalhavam. Não prestei atenção o suficiente na conversa pra entender o motivo, mas o descontentamento deles era claro.

O que me fez começar a refletir sobre nossa postura hoje em dia em relação aos nossos trabalhos, a relação entre chefes e subordinados e sobre o que esperamos da vida. Recentemente eu troquei de agência por conta de x razões que resultavam em: não estava mais feliz onde estava e queria muito trocar os ares. Mas parando pra realmente pensar no assunto e olhando ao redor, a gente vê muito isso no dia a dia. E aí eu me peguei pensando nas razões por trás de tudo isso. 

São as pessoas que estão cometendo erros e estão perdendo tempo nos lugares errados? É a falta de habilidade em trabalhar com outras pessoas que deixa tudo mais difícil? Ou será que o "poder" das pessoas que estão acima da gente subiu a cabeça e fazem elas tratarem tudo com displicência demais? É um assunto meio complexo, já que as razões podem variar de pessoa pra pessoa. Por isso, eu penso assim: faça o seu melhor, pelo tempo que for possível. Se esforce mesmo, e se isso não der certo... mude. As vezes uma simples troca de ambiente já melhoram as coisas.

Imagem de We Heart It
Mas é claro que, como nem tudo é tão simples, as vezes a mudança pode não significar nada também... mas mude de novo. As vezes nós temos que arriscar. E olha que eu sou uma pessoa que tem um certo medo de mudanças, sejam elas quais forem. Mas o que aprendi é que quando se trata de felicidade (e sanidade mental hahaha) se não tá bom, você tem que se mexer. Se o que fez não deu certo, tenta de novo. Porque uma hora dá certo, né?!

A questão é bem simples: se você quer ser feliz profissionalmente, você precisa se esforçar pra isso. E pra conseguir alcançar isso, é muito importante fazermos aquilo que nós faz feliz. Tem gente que é feliz vendendo artesanato na praia e tem aqueles que são felizes trabalhando todos os dias de terno e gravata. Por isso, independente da sua idade, acho que é muito bom, todo mundo parar um pouquinho e pensar: o que você quer na sua vida? Então vai atrás. Se você quer algo muito difícil ou distante, então provavelmente vai ter que fazer algum sacrifício por um tempo... mas não deixa sua vontade de ser feliz se perder, e use o seu tempo e seu esforço da melhor forma possível. Faça seus planos, trace suas metas e mantenha o foco.

7 comentários

  1. Ultimamente não estou nada nada feliz com meu emprego, estágio na verdade hahaha. Apesar de vários benefícios, fazer as minhas tarefas me deixam desanimada e me faz sentir desvalorizada. Digo por experiência que largar tudo para se aventurar não é nada fácil, mas é isso que farei em breve hahaha. Tomei coragem e a decisão para investir no trabalho de freelance e se Deus quiser dará certo! Acho que a última coisa que devemos fazer é se conformar com as coisas que não nos agradam. Seja trabalho, relacionamentos... Enfim. Se não ta bom, muda! Se não a infelicidade vira rotina.
    Adorei o post Jéssica!
    Beijos

    Clara Vasques :: Blog

    ResponderExcluir
  2. Nossa, eu tive uma experiência assim, mas contra a minha vontade haha. Eu tava trabalhando sobre muita pressão quando tava em SP, não só pelo fato de viajar todo dia e chegar sabe Deus quando em casa, mas pelo ambiente em si. Amava muitoooo algumas pessoas lindas que trabalhavam comigo, enquanto outras me faziam querer dar um tiro na testa só de sentar junto pra almoçar. Taurina como sou, nem pensei em mudar de lá e procurar outra coisa, já que tava pagando as contas. Só quando fui demitida percebi o quando aquilo tava me desgastando e como o trabalho em si não me fazia feliz.

    Ficar desempregada um tempão é um saco e ai eu me deparei com uma crise ainda pior: o que eu queria mesmo fazer da vida? Sério, eu não conseguia descobrir. Pensei em voltar pra faculdade, voltar a trabalhar em SP por mais que me enlouquecesse ou largar tudo e viver num limbo eterno até "me encontrar". É horrível, é tipo estar num barco parado sem ir pra lugar algum.

    Felizmente, me chamaram pra ser Teacher Bia hahaha :D No colégio eu queria ser tudo menos professora, porque era o que a minha vó queria (#RBD), mas óbvio que comecei a fazer as entrevistas, planejar aula, dar aula particular e a vida tá rindo da minha cara até agora porque eu tô amando :/ HAHAAHHA Te juro, tá me fazendo um bem danado e espero que esse sentimento continue comigo pra sempre porque mesmo ainda não tendo total segurança no que eu tô fazendo, pelo menos tô gostando e fazendo meu melhor :)

    Anyway, amei seu texto como sempre hahaha :D
    Te amo mate <3

    Close To Paradise.

    ResponderExcluir
  3. Ah, sua linda <3 Que texto mais inspirador! Não á fácil sair da acomodação nossa de cada dia, tem gente que prefere reclamar da vida do que se levantar e dizer: vou mudar e fazer algo, seguir e realmente transformar sua situação. Mas não dá pra passar uma vida inteira sendo infeliz e rancoroso, resmungando pelos cantos, né? Isso é tenebroso :B
    Eu estou sem trabalhar agora, mas queria começar algo que fosse bom pra mim, já iniciei vários estágios e só em um consegui aguentar muito tempo, porque nos outros a exploração era clara e o descontentamento era alto :/ Eu tenho um espírito livre, sabe? Não consigo ser capacho, prefiro viver a pão com água do que sofrer e ser infeliz, doando meu tempo e minhas energias pra ganhar melhor. Sou super adepta do faça o que te faz feliz, porque simplesmente, não sei ser diferente!


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  4. O conselho que você deu foi o melhor possível nessa situação! "faça o seu melhor, pelo tempo que for possível. Se esforce mesmo, e se isso não der certo... mude". Eu passei por isso, e fiz o meu melhor pelo tempo que aguentei, daí mudei, e foi o melhor que eu fiz porque não estava feliz lá!

    Beijos,
    Radioativa Fluffy

    ResponderExcluir
  5. Tipo o que aconteceu comigo ano passado. No meio do ano comecei um estágio em uma agência, no começo era tudo mil maravilhas, o povo era educada, tranquilo, mas o que me irritava era o meu chefe. Ele era daquele tipo que pagava por uma roupa de marca só por ter um pequeno simbolo da marca na roupa sendo que a gente pode encontrar uma roupa dessas em qualquer lugar, sabe? Não sei se você entendeu direito, só sei que ele tinha boas condições financeiras e com isso meio que nos discursos que fazia, deixava claro que era pouco humilde, sabe? Visitei algumas agências também para entrevistas de estágios e uma para conhecer mesmo, a maioria me passou essa impressão de ser legal porém de ter pessoas que gostam de pisar nas outras que estão em um cargo um pouco menor, por isso as vezes me pego pensando se vou ter paciência pra trabalhar nessa área, se escolhi a profissão certa, porque fui criada no meio de muita humildade, então não suporto gente que por ter uma condição melhor, pisa nas outras, sabe? Dai as vezes me da vontade de desistir desse curso e fazer outro que tenha menos pessoas assim, mas aí penso também que isso é encontrado em qualquer área né? Algumas poucas não, mas não fazem meu tipo. Enfim, gostei muito do seu post!

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  6. Mudar.. Mudar é preciso, nem sempre a gente tem que mudar, nem sempre a culpa vai ser nossa, mas muitas vezes nós é que temos que tomar a atitude. Temos que ser determinados, muito determinados. Não trabalho ainda, só estudo, e eu realmente peço a Deus que eu não me trne uma pessoa que só reclama, porque pessoas assim são tão chatas, e acabam sendo solitárias, porque niguém quer ficar perto de gente assim.. Mudar é preciso..
    Gostei muito.. Seguindo aqui..
    Beijos
    customized-girl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Concordo com você. Se não estamos felizes temos que nos mexer. Meu pai sempre me ensinou que trabalho é uma coisa que vamos fazer até o final da vida, então TEM que ser uma coisa que gostamos - senão imagina só que vida triste, acordando todo dia pra trabalhar num lugar e com uma coisa que você não gosta?

    Adorei o texto =D

    Beijos!

    Beleza Mista

    ResponderExcluir

 
Jéssica Bellisoni | Base por Michelly Melo .