Resenha: Em Chamas, Suzanne Collin

28 fevereiro 2015
Depois de ler o primeiro livro da saga Jogos Vorazes, eu não consegui esperar nem um dia pra começar logo a sequencia Em Chamas. Já que gostei tanto do primeiro e que ele acaba de uma forma que só te deixar mais curiosa sobre o que vai vir por aí. 
Se você ainda não leu o primeiro livro e não quer spoiler nenhum, acho melhor não ler a resenha.


Daí que o primeiro livro termina com a volta de Katniss e Peeta para o distrito 12, com a fúria da capital pairando sobre eles. A continuação do livro, é a partir desse exato ponto, onde depois de vencer a 74ª edição dos Jogos Vorazes, o casal se tornaram os queridinhos para o público da capital mas ao mesmo tempo, ganharam a raiva de seus líderes já que desafiaram eles na frente de toda Panem

Achando que agora tudo ficaria bem e que eles poderiam viver suas vidas em paz, logo antes de saírem para a costumeira Turnê da Vitória, Katniss recebe a visita do próprio presidente Snow que não faz rodeios e demonstra seu extremo descontentamento com a atitude que a garota teve ao desafiar a capital em nome de seu amor por Peeta, coisa que ele também não se deixou convencer.

Durante toda a tour, além de encarar as famílias dos tributos mortos, eles precisarão provar para o público e para Snow que seu amor é real e que eles não tinham intenção nenhuma de ir contra a capital. Mas a garota em chamas conseguiu fazer nascer uma faísca de rebeldia e esperança em vários distritos, mesmo sem a intenção. Katniss e Peeta conseguem perceber isso, na atitude das pessoas e também na resposta da capital, através dos pacificadores, contra eles. Cada vez mais brutalidade é vista no decorrer da turnê.


Não bastasse tudo isso, ainda temos a surpresa do Massacre Quaternário, que acontece a cada 25 anos com edições especiais dos Jogos. Não quero dar spoilers demais, então a única coisa que digo pra quem não leu é que o Massacre Quaternário pega todos de surpresa e leva pra um caminho sem volta.

A história nesse segundo livro é mais profunda e se torna cada vez mais critica sobre a politica e o abuso que os distritos vivem. Conseguimos sentir a chama da revolta dos distritos crescer até dentro da gente, conforme vamos entrando mais na história. Também conhecemos mais de outros vencedores de edições anteriores dos Jogos e entendemos mais a fundo todos os danos que a capital já causou na vida de tantas pessoas.

Como disse ali, não quero dar spoilers demais, mas garanto que esse livro tem tanta ação quanto o primeiro, se não até mais. Recomendo muito essa leitura também, amo ler e amo ainda mais quando os livros me deixam tão entretida assim na história. E posso garantir que os dois primeiros livros da saga não me decepcionaram. E comecei a ler o terceiro assim que terminei Em Chamas porque, mais uma vez, Suzanne consegue terminar ele de forma absurda que não te deixa outra opção, se não continuar lendo a história.

5 comentários

  1. Realmente, é impossível terminar de ler o segundo livro e não querer partir pro terceiro - que é o melhor de todos, o final é surpreendente! Depois vem contar pra gente o que achou =D

    Beijos!

    Beleza Mista

    ResponderExcluir
  2. é bom quando o segundo tem tanta emoção quanto o primeiro né? pq as vezes - eu pelo menos - fico receosa pensando que talvez o segundo não vai chegar nem perto do primeiro e tals
    tenho uma amiga que já leu todos e amou toooodos
    ahh, mt legal da sua parte tomar cuidado com os spoilers para gente. ahha

    somundomeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ja li o livro e vi o filme, amo demaissss

    simplesmenteassimj.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Tenho vontade de ler os livros, vou ver se compro todos, pois o filme eu adoro!

    http://www.jessicarodrigues.com.br/

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Ja li o livro, agora falta o filme e estou doida pra assistir kkk
    http://meninasperfeitas01.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
Jéssica Bellisoni | Base por Michelly Melo .