Guia de sobrevivência no carnaval

13 fevereiro 2015
Um dos temas da blogagem coletiva do Rotaroots esse mês é um guia de sobrevivência para tempos de carnaval. Adorei o tema assim que bati o olho por motivos de: passei vários anos da minha vida/adolescência achando o carnaval um grande pé no saco. Até fica mais velha e começar a aproveitar demais essa época do ano.


Vamos lá, pra você que ainda não gosta dessa purpurina voando pra todos os lados, pegação no meio das ruas, samba e mulheres semi nuas na TV: você pode usufruir dessa delícia chamada feriado prolongado. hahaha É tempo de sobra pra ler livros (antigamente era essa a minha opção), ver vários episódios do seu seriado favorito e até aproveitar pra visitar parques e museus, já que estão um pouquinho mais vazios do que o normal nessa época. Resumindo, você pode fazer tudo aquilo que adora, só que com mais tempo disponível. Ignora todo o samba da TV e especialmente as ruas onde tem bloquinhos de rua e tudo vai ficar bem.

Agora se você curte toda essa bagunça mas não tem grana pra ir ver os desfiles nos sambódromos, aproveita os bloquinhos de rua que falei ali em cima. Em São Paulo, tem um monte de opções pra você escolher. Aqui nesse evento do Facebook, você pode ficar mais por dentro. Fui pela primeira vez em um, o do Sargento Pimenta, no Sumaré e achei o máximo. É muita gente feliz, pulando, cantando e bebendo pra você não se animar junto. Só vai preparado mentalmente porque banheiro só aqueles químicos nojentos e com filas enormes, então também é legal não esperar a vontade ficar grande demais pra ir. Muvuca também tem de sobra, obviamente, então pessoas bêbadas podem esbarrar bastante em você. Mas juro que é muito divertido.


Uma coisa que eu adoro, mas quase nunca consigo ir nessa época do ano, é festa a fantasia. Claro que você pode ir em festas assim em outras épocas ou até ir fantasiado pros bloquinhos de rua. Mas eu acho o máximo festas de carnaval que são a fantasia, porque me lembra muito a infância. Acho super legal mesmo.

Uma outra opção super legal também, é viajar com os amigos. A dica aqui é pra você ver isso com antecedência pra  conseguir uma casa bacana por um preço não tão alto, conseguir convidar as pessoas, juntar dinheiro pra pagar tudo e por aí vai. Essa é minha opção desse ano e não vejo a hora de chegar a noite pra ir pra Nazaré Paulista com amigos pra uma viagem que com certeza vai ter muita coisa boa.

E pra finalizar: seja qual for sua opinião sobre essa data ou qual sua preferencia de como curtir... apenas curta bastante. Do jeito que preferir, só não fica em casa emburrado esperando tudo passar logo. Tem espaço e diversão pra todo tipo de gosto. \o/

5 comentários

  1. Menina sou do time que não curte todos esses confetes HAHA e faço justamente isso que tu disse, aproveito para colocar todos os livros em dia (e olha que a fila esta grande) e organizo e programo postagens pro blog... Acho uma ideia maravilhosa esse tal de feriado prolongado! HHAHAA
    Adorei o post!
    Beijos ;)
    http://www.enquantoissonaitalia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Internet, Netflix, dvds, livros... e tem gente que acha que não tem nada o que fazer com uma semana de feriado >.< Não entendo :D
    Beijos
    http://femfizeumesma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Digamos que não sou fã número um de carnaval então to dedicando meu tempo a escrever, ler e claro, botar em dia as séries haha

    simplesmenteassimj.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Eu não sai nesse carnaval, tô mais caseira e aproveitando pra dar uma adiantada numas coisas de uns trabalhos da faculdade! :/


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  5. oi jess, nao gosto de carnaval amiga, mas onde moro o carnaval persegue kk pe é quente muita cultura mas ainda bem q esta terminando :D
    jess me visite tambem:
    gilvaniaevans.com

    ResponderExcluir

 
Jéssica Bellisoni | Base por Michelly Melo .