Resenha: O silêncio das montanhas

28 janeiro 2015
Me interessei por esse livro por ter sido escrito por Khaled Hosseini, mesmo escritor de O Caçador de Pipas e A Cidade do Sol, dois livros que gostei muito e que, apesar de tristes, tinham lições muito bonitas e profundas. Por isso, já comecei o livro esperando por fortes emoções.

O livro começa com a história de Abdullah e Pari, dois irmãos que eram muito apegados um ao outro. Abdullah por ser mais velho, cuidava da irmã com tanto amor e carinho, que mesmo com os tempos difíceis que a família passava, sem dinheiro e sem ter o que comer, conseguimos ver a beleza do relacionamento dos dois. O pai, que era um ótimo contador de história e trabalhava arduamente para o bem da família, teve uma ideia para salvar sua família de morrerem de fome ou do frio pesado que atingia a aldeia onde moravam, nas proximidades de Cabul. Mas isso ia resultar na separação dos irmãos. Pari seria vendida para a rica família onde o tio Nabi(irmão da madrasta das crianças) trabalhava. Dessa forma, além de conseguir um dinheiro para levar de volta pra casa, asseguraria um bom futuro para sua filha.


A separação foi triste e fez os irmão sofrerem, mas Abdullah, por ser mais velho e já entender as coisas, foi o mais atingido. A partir daí, entramos na história de várias pessoas que de alguma forma estão relacionadas aos irmãos ao longo dos anos. E acho que é aí onde o autor pecou. São histórias de muitas pessoas e contadas rapidamente. Ou seja, quando você começa a se envolver com o personagem e a entender o que ele tem a ver com Pari ou Abdullah, o capitulo muda e outro personagem aparece, em outro momento da história, outro lugar, outro tudo. Isso acabou deixando o livro um pouco cansativo.

Dá pra entender o objetivo da coisa, que é mostrar como de alguma forma eles estavam próximos um do outro e a possibilidade de um futuro reencontro dos dois. Mas na prática, torna tudo complexo, e na minha opinião até demais. Não achei a história ruim, e como de costume, ela passa uma mensagem bonita sobre família e companheirismo, é só prestar atenção pois com o passar das paginas, temos idas e vindas no tempo e mudamos a todo momento de país. Pra quem se interessou um pouco pela história, recomendo a leitura. Não se deixem levar apenas pela minha opinião. Como disse, não é uma história ruim. Apenas não entrou pra lista dos meus preferidos. 

Alguém aí já leu? Se sim, o que acharam? Me contem nos comentários.

9 comentários

  1. Não é o tipo de livro que eu leria, mas parece ser bem interessante... Adoro histórias que retratam sobre uma família! Bem legal :D

    Beijos!
    Senhorita Imperfeita

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro e gostei. Principalmente por tratar mais deu m assunto família, porque acaba sendo diferente dos livros que a gente costuma ler né? Onde o foco é sempre no casal. Gostei!

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  3. Quero ler *U*
    Beijos,
    www.thalitamaia.com

    ResponderExcluir
  4. Não conheço nem tinha ouvido falar desse livro ainda, mas aparenta ser ótimo! Te convido também a vir conhecer nosso blog em http://garota-manequiim.blogspot.com.br/

    Beijos. Gostei do teu blog!

    ResponderExcluir
  5. É muito chato quando começamos nos envolver e daí a história tem aquele "corte", mas mesmo assim a ideia geral da história é muito bonita e meio triste, me pareceu pelo menos. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Radioativa Fluffy

    ResponderExcluir
  6. É engraçado quanto terminamos de ler um livro e temos essa sensação de que ele não é ruim, mas também não é sensaciooonal, ficamos meio que esperando mais. Bom, de qualquer maneira gostei da sua resenha e da indicação :D


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho esse livro mas não li ainda, a minha mãe leu e também não curtiu muito, então nem me empolguei muito a ler heheh é uma pena, porque em cidade do sol, e o caçador de pipas são dois dos meus livros preferidos.

    Meninices da Vida

    ResponderExcluir
  8. nunca li nada desse autor, apesar de ser louca pra ler o caçador de pipas. Enfim, vou por na listinha.
    Um beijo,
    Isabella
    The Urban Trends

    ResponderExcluir
  9. Nunca li nada do autor, mas me falam muito de O Caçador de Pipas. Gostei da resenha apesar de vc não ter gostado do livro rsrsr

    Bjos, Sheyla
    http://blogdmulheres.blogspot.com.br/.

    ResponderExcluir

 
Jéssica Bellisoni | Base por Michelly Melo .