Resenha: A Menina que Roubava Livros

04 novembro 2014
Contei aqui quando assisti ao filme A Menina que Roubava Livros e esse foi um dos, poucos, casos em que primeiro assisti ao filme para depois ler o livro. Terminei ele faz alguns dias e resolvi resenhar sobre ele porque eu gostei demais. Entrou pra minha lista de preferidos.


O livro é sobre a vida de Liesel Meminger, contada pela morte. Mas isso não torna a história mórbida e deprimente, a morte como narradora acaba deixando tudo ainda mais envolvente, pra falar a verdade. A afeição da morte pela garota começa quando ela passa para buscar o irmão de Liesel, em uma época muito difícil da história: a segunda guerra mundial. Com uma mãe comunista Liesel e seu irmão estavam a caminho de Molking para serem adotados por um casal, em troca de dinheiro. Com o imprevisto durante a viagem, Liesel acaba chegando sozinha no subúrbio pobre e seu único objeto de contato com a família verdadeira e o acontecimento da viagem é um livro roubado, que o coveiro deixou cair na neve, que Liesel ainda nem sabe ler. Este foi o primeiro roubo de Liesel.

Seus pais adotivos são os Hubermann: Hans, um pintor de parede que toca acordeão e é muito doce e Rosa, que para compensar a doçura do pai, é grossa o tempo todo. A história vai passando ao redor de todos acontecimentos que envolvem a história de Hitler: seu aniversário, a Juventude Hitlerista, o ódio pelos judeus, a pobreza e por aí vai. Da pra entender um pouco do que aconteceu naquela época ao passo em que Liesel e seu novo amigo Rudy brincam pela vizinhança, se tornam amigos e passam a dividir segredos e aventuras. Exceto aquele pequeno segredo de Liesel: sua família esconde um judeu em seu porão.

Entre as aventuras dos dois jovens estão os roubos dos livros diretamente da biblioteca do prefeito da cidade e também o roubo de frutas dos fazendeiros, já que graças a guerra, a pobreza tem atingido a todos, especialmente o povo de Molking. E entre todos esses roubos, a cumplicidade dos amigos vai crescendo cada vez mais. Cada um com seu tipo diferente de sofrimento, mas sempre juntos, brincando e brigando.


Enquanto viramos as páginas vamos percebendo cada vez mais a evolução de Liesel, seu entendimento sobre o mundo, o amor e, graças a uma época tão difícil, a crueldade. Liesel encontra o amor onde menos espera e aprende a ser forte e boa, junto com seus pais adotivos. Até a carrancuda Rosa ganha um espaço no nosso coração. É muito bonito enxergar a compaixão das pessoas, mesmo em tempos tão dificeis e apesar de uma época tão cruel, conseguimos enxergar isso na história.

Eu achei o livro todo muito envolvente e emocionante, a morte realmente sabe como contar uma história. Recomendo demais essa leitura!

Me adicionem no Skoob.
Criei uma fan page no Facebook pro blog, curtam lá também! *-* 

10 comentários

  1. Quero muito ler esse livro.
    Beijinhos
    http://virginiaferreira91.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Eu li o livro e assisti o filme. Amei os dois. A historia é incrível e fascinante.
    http://teoremademari.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu queria muito ler o livro, porque o filme achei meio superficial :/ Deve ser lindo *-*


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  4. Eu amei esse livro, chorei demais!
    Acho que todo mundo devia ler uma vez na vida, :D
    Beijos, Ana do dia <3

    ResponderExcluir
  5. Nunca li mais pelo que vi parece ser lindo e muito emocionante!
    Bjos

    estilodesobrababy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Já li esse livro há alguns anos atrás e ele realmente é excelente! :)

    Quero muito ver o filme!

    Obrigada pela visita, seguindo aqui!


    Beijão!

    Piece of My Heart

    ResponderExcluir
  7. Adorei tbm! Tinha lido o livro anos antes de ver o filme então não lembrava dos detalhes. Acho que o filme foi bem fiel ao livro, eu ia lembrando as cenas aos poucos como se tivesse relendo o livro.
    Beijos,
    Blog - by Sara Morais | Canal do Youtube - by Sara Morais
    Instagram - @saramorais_nyc

    ResponderExcluir
  8. Quero muito ler o livro! E assistir o filme também. Todo mundo só falou bem e se emocionou, então parece ser muito bom mesmo.

    Beijos | Quebrar o Silêncio

    ResponderExcluir
  9. Eu só vi o filme e gostei, mas em algumas partes achei meio vago, acho que por ter sido uma adaptação de livro mesmo. Sou doida pra ler o livro, principalmente porque até a minha professora falou que o livro é muito muuito bom e vale a pena. Confesso que no inicio, quando o livro foi lançado em 2005/2006 e achei que seria um livro muito sombrio por ser contado pela morte né? Gostei da resenha!

    Bitocas!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  10. Eu assisti o filme mas não li o livro. Achei o filme muito emocionante, a parte da morte do menino é muito triste ><

    www.nahboa.com

    ResponderExcluir

 
Jéssica Bellisoni | Base por Michelly Melo .