Resenha: O Lado Bom da Vida

23 julho 2014
O lado bom da vida, por Matthew Quick, conta a história de Pat Peoples, ex professor de história que acabou de deixar um hospício. Ou como o próprio Pat chama: o lugar o ruim. Logo nas primeiras páginas já criei um carinho por Pat, por ele se esforçar ao máximo pra ver a vida por um lado positivo, de forma que as vezes chega a até a ser ingenuo. Aliás, uma das coisas que Pat mais detestava no lugar ruim era seu terapeuta, por ele ser extremamente pessimista.


Os motivos que levaram Pat ao lugar ruim ficam obscuros para nós pois o próprio também não se lembra, o que descobrimos logo, com o passar das páginas, é que Pat passou muito mais tempo do que imagina no lugar ruim. Tudo que ele realmente sabe é que está enfrentando um tempo separados de sua mulher Nikki e por isso se joga arduamente aos exercícios, para ficar em forma para mulher, da mesma forma que se esforça ao máximo para se tornar uma pessoa gentil com os outros.

Aos poucos, Pat vai voltando a ter uma rotina com sua família e amigos antigos. Como voltar a frequentar os jogos dos Eagles, seu time de futebol americano favorito, com o irmão. Entre jogos dos Eagles, decepções com o pai que não volta a falar com ele, sessões de terapia com Cliff e muito exercícios, Pat acaba sendo apresentado a Tifanny. Uma viúva que também tem alguns problemas mentais e por conta disso, eles acabam se aproximando. Inicialmente a relação parece não ter potencial nenhum, a mulher apenas segue Pat em suas corridas, não importa o horário do dia, ela sempre estava lá.

Tifanny é totalmente diferente de Pat, é agressiva, fala muitos palavrões e sua sinceridade chega a ser grosseira. Mas Pat acaba descobrindo nela uma amiga em quem podia confiar e falar a vontade sobre Nikki, que ela continuaria ali escutando tudo. Até chegar o momento em que Tifanny faz uma proposta tentadora ao Pat, que não tem como recusa-la.

Cena do filme
Sem spoilers, essa tal proposta leva Pat a encontrar um hobbie super legal, a sofrer uma decepção, a recuperar sua memória e até a criar problemas com o pai por conta dos Eagles.
O livro também inspirou o filme, de mesmo nome, estrelado por Bradley Cooper e Jennifer Lawrence que também é super legal.

Eu, sinceramente, adorei o livro. Achei a história leve e envolvente. Acompanhar a mãe do Pat tentando ajudar o filho e salvar a família, Pat redescobrindo o mundo e sempre vendo o lado bom de tudo, relações improváveis de amizade sendo construídas e tudo o mais é muito legal. Recomendo esse também!
Me adicionem no Skoob.

7 comentários

  1. Tenho muita vontade de ler esse livro, sempre vejo ótimas resenhas!
    http://www.annacaarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu já li muitas resenhas desse livro e continuo preferindo o filme. Olha que eu li só resenhas ein! Mas a maioria falava que o filme era melhor e que no livro era mais citado o futebol e que pra quem não entende muito sobre o futebol americano, acaba ficando meio perdido. É a mesma coisa de quando eu comecei a ver Gossip Girl, não tinha nenhuma noção das marcas que eles falavam lá na série, como é uma série que aborda muito mais o povo de elite, acabava ficando perdida, mas com o tempo fui procurando e me adaptei.

    Bitocas!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei o filme, mas nem penso em ler o livro, não está nas minhas prioridades, hehe
    Ah, Jé, respondi você a respeito do meu cabelo lá no blog, mas vou deixar aqui também:
    Meu cabelo é onduladinho de leve, na foto ele está escovado, sabe? Mas ele natural é bem mais ondulado. Eu uso quase sempre ele natural, não mexo muito nos fios, pra falar a verdade


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  4. Já ouvi muita coisa bacana desse livro, sei que o livro é melhor que o filme, mas não sei se consigo ler D:
    Amei tua resenha :)
    BlogInstagram

    ResponderExcluir
  5. Olha se o livro for bom igual o filme já to amando kkkkk sou louca pelo filme ^^

    Beijos
    * Blog Resenhas da Pâm #VemConferir
    * Blog da Pâm #SobreDietas

    ResponderExcluir
  6. Ahhh não li o livro (ainda) mas já vi o filme, e adooorei, acho que o livro deve ser melhor ainda :D

    Meninices da vida

    ResponderExcluir
  7. To lendo ele amiga! Aliás, domingo vou na bienal *___* hshduhsud
    Beijo, Rê :*

    ResponderExcluir

 
Jéssica Bellisoni | Base por Michelly Melo .